Atentado afeta base da UA em aeroporto de Mogadíscio

Um atentado com dois carros-bomba afetou nesta quinta-feira uma base da força de paz da União Africana (UA) na Somália (Amison), instalada no aeroporto de Mogadíscio e protegida por soldados ugandeses, em um ataque reivindicado pelos radicais islâmicos shebab.

AFP |

Testemunhas afirmaram à AFP, confirmando informações de fontes ocidentais, que dois carros-bomba com o logotipo da ONU foram usados no ataque.

Até o momento não foi anunciado um balanço de vítimas do atentado duplo, mas testemunhas afirmaram ter visto corpos.

"A explosão aconteceu em uma área onde as forças de paz oferecem atendimento médico", disse Ali Mohamed, uma testemunha.

Ele afirmou ter visto os corpos de duas pessoas.

Um líder dos radicais islâmicos shebab reivindicou o atentado.

"Executamos dois ataques suicidas contra o inimigo e as duas missões foram coroadas pelo êxito", declarou à AFP em Mogadíscio um representante dos extremistas que não revelou a identidade.

Os shebab, inimigos do presidente somali Sharif Sheikh Ahmed, atacam regularmente a Amisom, principal apoio militar do frágil governo de transição.

nur-amu/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG