Atentado a presidente de universidade mata 4 em Bagdá

Bagdá, 21 jan (EFE).- Pelo menos quatro pessoas morreram hoje em Bagdá e outras dez ficaram feridas em uma tentativa de assassinato do presidente da Universidade Islâmica de Bagdá, Ziad al Ani -a segunda contra uma autoridade educacional na capital iraquiana nas últimas 24 horas-, informaram policiais.

EFE |

O atentado foi cometido pela explosão de um carro-bomba na passagem da caravana de veículos na qual Al Ani seguia, no bairro de Adhamiya, na zona norte da cidade.

Os policiais disseram que a maioria dos mortos e feridos são estudantes. O presidente da Universidade saiu ileso do atentado, mas dois de seus guarda-costas ficaram gravemente feridos.

Além de presidir a universidade, Al Ani é dirigente de um partido sunita liderado por um dos dois vice-presidentes do Iraque, Tareq al-Hashemi.

Ontem, o atentado foi contra o vice-ministro de Educação Superior, Amar Aziz Mohammed Ali, que também escapou ileso. EFE sj/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG