Atentado a bomba deixa mortos no sul do Iraque

Ataque matou 53 xiitas e feriu outros 100. Ação teve como alvo fiéis que celebravam o Arbain

iG São Paulo |

Um homem-bomba disfarçado de policial matou 53 pessoas e deixou outras 100 feridas em um ataque contra peregrinos xiitas neste sábado em um posto de controle na cidade de Basra, no sul do Iraque, informou a polícia.

O ataque ocorreu ao final do Arbain, um dos principais rituais do calendário xiita, no momento em que o governo xiita enfrenta uma crise política que ameaça conduzir o país novamente a um período de violência sectária.

"Um terrorista vestido com uniforme de polícia e portando uma identidade falsa conseguiu chegar ao posto e se explodiu entre policiais e peregrinos", disse uma autoridade policial que estava no local da explosão.

Os peregrinos estavam a caminho de uma mesquita xiita importante ao leste de Basra, segundo a polícia.

Forças de segurança interditaram o principal hospital de Basra, temendo novos ataques. Parentes de vítimas choravam em frente ao hospital enquanto soldados, policiais e civis transportavam às pressas as vítimas ensanguentadas.

AP
Mulher protesta enquanto soldados inspecionam a área onde ocorreu o atentado em Basra, no Iraque


A festa do Arbain, na qual é tradição peregrinar à cidade santa de Karbala, onde está o santuário do imame Hussein, chegará ao fim entre a noite deste sábado e amanhã.

Os ataques contra xiitas se sucederam nas últimas semanas. Em 5 de janeiro, os fiéis deste credo foram alvo de uma onda de atentados que causou a morte de pelo menos 59 pessoas.

* Com infornações da EFE e da Reuters

    Leia tudo sobre: atentadoiraquexiitasbomba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG