Ataques suicidas deixam 21 mortos em cafés no Iraque

Pelo menos 21 pessoas foram mortas em dois ataques suicidas em cafés lotados nesta quinta-feira na cidade de Sinjar, a 390 quilômetros a noroeste da capital iraquiana, Bagdá.

BBC Brasil |

Cerca de outras 30 pessoas ficaram feridas pelo ataque, que foi realizado por dois suicidas. Segundo a polícia e hospitais locais, os cafés atacados estavam cheios de jovens no momento das explosões.

Sinjar, na província de Mosul, fica perto da fronteira com a Síria e é uma cidade de maioria yazidi. Os yazidis são uma antiga seita religiosa, que já foi alvo de uma série de ataques no Iraque. Em agosto de 2007, cerca de 400 pessoas foram mortas na região de Sinjar, em várias explosões que tinham os yazidis como alvo.

Estima-se que existem cerca de 500 mil yazidis - incluindo grupos espalhados por Irã, Rússia e Turquia. Mas a maior parte desta população está no norte do Iraque.

A religião dos yazidis é uma mistura de elementos do zoroastrismo, do islamismo e de outras religiões. A violência aumentou no Iraque desde que os soldados americanos se retiraram das cidades do país há um mês, entregando a responsabilidade pela segurança aos iraquianos.

No começo da semana, um ataque em um vilarejo xiita perto da cidade de Mosul, no norte do Iraque, matou pelo menos 28 pessoas. Outras 18 foram mortas em Bagdá no mesmo dia.

Leia mais sobre Iraque

    Leia tudo sobre: atentadoexplosãoiraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG