Ataques no norte do México deixam 24 mortos

México, 16 set (EFE).- Pelo menos 24 pessoas foram assassinadas a tiros nas últimas horas em ocorrências ligadas ao crime organizado em Ciudad Juárez, no norte do México e na fronteira com os Estados Unidos, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

Dez dos assassinatos foram cometidos em um ataque a um centro de reabilitação para viciados em drogas.

O porta-voz de Segurança Pública de Ciudad Juárez, Jacinto Segura, declarou à Agência Efe que cinco pessoas foram mortas em um lava-rápido e outras cinco em um bar.

Segundo testemunhas, um grupo de criminosos armados com fuzis invadiu ontem à noite ao centro de reabilitação no bairro El Papalote e matou dez pessoas durante as comemorações do 199º aniversário da independência do México.

Esta é a segunda chacina registrada em um centro para recuperação de viciados em drogas neste mês. No último dia 2, outro grupo armado matou 18 pessoas em uma clínica de reabilitação que abrigava 50 pessoas.

Ciudad Juárez é a cidade mais violenta do México. O lugar foi palco de 1.600 assassinatos dos seis mil ocorridos em todo o país no ano passado.

O cartel de Juárez e o cartel de Sinaloa disputam o controle das atividades criminosas na região.

Apesar de mais de oito mil militares e policiais federais terem sido enviados para a área desde o início de 2009, a onda de violência não diminui. Só neste ano, 1.400 pessoas foram mortas em Ciudad Juárez. EFE jrm/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG