Ataques no Iraque deixam oito mortos

Bagdá, 14 abr (EFE) - Quatro civis e quatro supostos membros da rede terrorista Al Qaeda morreram hoje em um atentado suicida e um confronto registrados em duas regiões ao norte de Bagdá, informaram fontes policiais.

EFE |

Segundo os agentes, quatro pessoas morreram e outras 20 ficaram feridas em um ataque cometido por um suicida em um funeral na cidade de Tal Afar, cerca de 70 quilômetros ao oeste de Mossul, capital da província de Ninawa, no norte do Iraque.

O terrorista entrou na tenda onde ocorria o funeral, no bairro xiita de Al-Wahdat, e detonou os explosivos os quais carregava presos no corpo, especificaram as fontes, que revelaram que entre os feridos há dois em estado grave.

O atentado coincide com a morte de pelo menos 12 milicianos curdos iraquianos peshmerga na explosão de um carro-bomba que foi detonado quando o comboio no qual estavam passava em uma região cerca de 100 quilômetros ao oeste de Mossul.

Além disso, um civil morreu e outros 16 ficaram feridos na explosão consecutiva de cinco veículos carregados de explosivos em diversos pontos de Mossul.

Por outra parte, quatro supostos membros da rede terrorista Al Qaeda foram mortos em confronto com uma força mista de policiais e membros da milícia sunita Conselhos de Salvação em uma localidade cerca de 85 quilômetros ao norte de Bagdá.

O choque começou quando os terroristas atacaram casas de milicianos sunitas na aldeia de Tel al-Zahab, afirmaram as fontes.

No tiroteio ficaram feridos 16 membros e parentes de integrantes dos Conselhos de Salvação, entre eles mulheres e crianças. EFE ah/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG