Ataques no Afeganistão deixam seis mortos, entre eles um soldado da Otan

Cinco membros das forças de segurança afegãs e um soldado da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) morreram neste domingo, em diversos ataques no Afganistão, indicaram fontes oficiais.

AFP |

Una patrulha de soldados estrangeiros foi atingida pela explosão de uma mina de fabricação caseira, no leste do país, "matando um soldado e ferindo dois", informou a Força Internacional de Assistência à Segurança (ISAF) da Otan, em um comunicado.

A Isaf é integrada por soldados de 40 nacionalidades, e normalmente não divulga a identidade das vítimas, função que cabe aos países envolvidos.

Com esta morte, chegam a 53 os soldados estrangeiros mortos no Afeganistão desde o início do ano, segundo um balanço da AFP baseado em números do site independente icasualties.org.

Na província de Ghazni (centro), onde há forte presença do talibã, três policiais morreram e três ficaram feridos quando uma bomba explodiu sob o veículo que dirigiam, indicou o ministério do Interior em um comunicado.

Além disso, dois soldados afegão morreram em um tiroteio com insurgentes na província de Kapisa, a nordeste de Cabul, informou um comunicado do ministério da Defesa.

wm/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG