Cinco membros das forças de segurança afegãs e um soldado da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) morreram neste domingo, em diversos ataques no Afganistão, indicaram fontes oficiais.

Una patrulha de soldados estrangeiros foi atingida pela explosão de uma mina de fabricação caseira, no leste do país, "matando um soldado e ferindo dois", informou a Força Internacional de Assistência à Segurança (ISAF) da Otan, em um comunicado.

A Isaf é integrada por soldados de 40 nacionalidades, e normalmente não divulga a identidade das vítimas, função que cabe aos países envolvidos.

Com esta morte, chegam a 53 os soldados estrangeiros mortos no Afeganistão desde o início do ano, segundo um balanço da AFP baseado em números do site independente icasualties.org.

Na província de Ghazni (centro), onde há forte presença do talibã, três policiais morreram e três ficaram feridos quando uma bomba explodiu sob o veículo que dirigiam, indicou o ministério do Interior em um comunicado.

Além disso, dois soldados afegão morreram em um tiroteio com insurgentes na província de Kapisa, a nordeste de Cabul, informou um comunicado do ministério da Defesa.

wm/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.