Ataques no Afeganistão deixam pelo menos 43 mortos

AFEGANISTÃO - Pelo menos 43 pessoas, entre elas sete civis e um soldado afegão, morreram em diversos ataques no Afeganistão, e um alto número de insurgentes foram mortos no leste do país, anunciaram as autoridades neste domingo.

AFP |

Na província de Takhar (norte), uma criança morreu no sábado quando o veículo onde estava se chocou contra uma bomba caseira perto da cidade de Rustaq, segundo um comunicado do ministério do Interior. Três passageiros do veículo foram feridos.

Também no sábado, três civis morreram e outros três ficaram feridos em incidente semelhante ocorrido perto de Jailan, na província de Kandahar (sul), segundo o ministério.

Na mesma província, no distrito de Panjwayi, uma bomba caseira explodiu na passagem de um veículo de polícia, matando três civis e ferindo dois policiais, declarou à AFP o chefe adjunto da polícia da província, Fazal Mohammad Shrizad.

Na província de Khost (leste), no distrito de Spera, na fronteira com o Paquistão, uma operação conjunta da polícia e do exército afegãos permitiu matar 35 talibãs na noite de sábado, afirmou o chefe da polícia da província, Abdul Qayum Bakizoi.

"As forças de segurança foram transportadas de helicóptero até um acampamento de insurgentes, e um soldado foi morto", destacou Bakizoi.

Na província vizinha de Paktika, soldados afegãos e da Otan apoiados por helicópteros enfrentaram durante 24 horas entre sexta e sábado um forte contingente rebelde, matando "um alto número de insurgentes", segundo um comunicado conjunto da Otan e do ministério da Defesa afegão publicado neste domingo.

Leia mais sobre: Afeganistão

    Leia tudo sobre: afeganistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG