Ataques no Afeganistão deixam 48 mortos nas últimas 48 horas

Pelo menos 68 pessoas, entre civis, pessoal de segurança e talibãs, morreram numa onda de ataques em todo o Afeganistão nas últimas 48 horas.

AFP |

Neste sábado, dois suicidas de motocicleta atacaram os escritórios do serviço de inteligência na cidade de Kandahar, matando a disparos um guarda antes de se explodir. Segundo fontes hospitalares, uma menina também morreu na explosão.

Na província de Farah, os talibãs atacaram com morteiro um comboio humanitário, matando o motorista e duas mulheres que estavam nas proximidades.

As forças estrangeiras no local responderam ao ataque e sete soldados do exército nacional morreram.

Dois soldados americanos da Força Internacional de Assistência para a Segurança (Isaf, da Otan) morreram na explosão de uma bomba caseira no leste do país.

Os talibãs também atacaram uma obra na província de Kunar, matando seis guardas de segurança particulares.

Na sexta, uma bomba num distrito de Chora matou 14 civis.

Em Kandahar, outra bomba na estrada matou seis homens e uma explosão parecida em Khost matou duas crianças.

Sete policiais afegãos morreram na madrugada deste sábado em um ataque contra seu posto na província de Kunduz (norte).

Também em Kunduz, 13 islamitas morreram num ataque aéreo das forças estrangeiras.

Quatro policiais de fonteira foram mortos na província oriental de Nangarhar.

strs-shk/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG