Ataques matam sete pessoas em reduto xiita de Bagdá

Três disparos de morteiro mataram pelo menos sete pessoas e deixaram 24 feridos em Sadr City, o grande bairro pobre que é um reduto xiita de Bagdá.

AFP |

"Dois dos sete mortos eram crianças de menos de cinco anos", disse um médico que pediu anonimato.

Um morteiro caiu em um casa no momento da refeição de uma família.

"Três membros da família, incluindos as duas crianças, morreram no ataque", disse uma fonte dos serviços de segurança.

Um ataque atingiu uma tenda armada para uma cerimônia fúnebre em memória de uma pessoa falecida no início da semana e um terceiro um lote vazio.

Durante a noite, seis pessoas morreram e 15 ficaram feridas em confrontos em Sadr City, segundo uma fonte médica. O bairro é cenário de combates há três dias entre as tropas americanas e milicianos xiitas ligados ao clérigo radical Moqtada al-Sadr.

Nos três dias de confrontos o número de mortos chega a 50.

Bagdá amanhaceu deserta nesta quarta-feira, já que as autoridades proibiram a circulação de automóveis por ocasião do quinto aniversário da queda do regime de Sadam Hussein, em 9 de abril de 2003.

sf-ak/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG