Ataques matam 3 candidatos às eleições provinciais do Iraque

BAGDÁ - Pelo menos três candidatos às eleições provinciais iraquianas morreram nas últimas 24 horas em vários ataques no Iraque, informam fontes policiais e do Ministério do Interior do país.

EFE |

As fontes policiais explicaram à Agência Efe que dois membros do sunita Partido Islâmico Iraquiano (PII), um deles candidato às eleições provinciais de sábado, morreram em ataques em Bagdá.

Em um dos episódios, um grupo de insurgentes atirou nesta quinta-feira contra o responsável do PII, Omar Farouk al-Ani, candidato da Frente do Consenso Iraquiano - principal bloco sunita do Iraque - nas eleições. O caso ocorreu no bairro de Al-Ameriya, no oeste da capital, e o político morreu em decorrência dos ferimentos.

As fontes acrescentaram que o incidente aconteceu depois que, na quarta-feira à noite, foi assassinada a ativista política Mayada al-Bayati, outro membro do PII, por disparos de vários rebeldes que invadiram sua casa no bairro de Al-Yarmouk, oeste de Bagdá.

Em outro episódio, fontes do Ministério do Interior informaram que um grupo de homens armados matou quinta-feira a tiros outro candidato, identificado como Hazem Salem, membro de outra legenda sunita, perto de sua casa no bairro de Amel, sul de Mossul, cerca de 400 quilômetros ao norte de Bagdá.

Em outro ataque, pelo menos três pessoas foram sequestradas e assassinadas, entre elas outro candidato às eleições, perto de Baquba, cerca de 150 quilômetros ao nordeste da capital, disseram as fontes.

Estes ataques ocorreram dois dias antes das eleições que serão realizadas em 14 províncias do país.

Leia também:

Leia mais sobre Iraque

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG