Ataques em Bagdá e Mossul deixam 12 mortos no Iraque

Bagdá - Uma série de ataques deixou nesta terça-feira pelo menos 12 mortos e 54 feridos no Iraque, exatamente uma semana depois de atentados coordenados terem deixado pelo menos 125 mortos e 500 feridos em Bagdá, capital iraquiana.

EFE |

Três ataques separados em Mossul, a 400 quilômetros ao norte de Bagdá, totalizaram pelo menos 8 mortos e 40 feridos, informaram fontes da polícia. Horas antes, a explosão quase simultânea de três carros-bomba deixou pelo menos quatro mortos e 14 feridos em diferentes pontos do centro de Bagdá, causando grandes danos materiais.

AP

Polícia e população observam carro pegando fogo em Bagdá

Em Mossul, um veículo de transporte de verduras e carregado de explosivos foi detonado perto de uma igreja no noroeste da cidade. Após a explosão, que causou grandes danos no local, houve uma segunda explosão, quando forças da Polícia e do Exército estavam no local. Um ataque separado deixou três policiais mortos no oeste da cidade.

O denominado Estado Islâmico do Iraque, um conglomerado de grupos liderado pela Al-Qaeda, assumiu a autoria do atentado do último dia 8, fazendo o primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, afastar o responsável do esquema de segurança de Bagdá.

Leia mais sobre: Iraque

    Leia tudo sobre: iraqueterrorismoviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG