Ataques do PKK matam 2 soldados e ferem outros 6 na Turquia

Ancara, 9 mar (EFE).- Explosões de minas supostamente colocadas pelo clandestino Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) na região de Hakkari (sudeste) mataram dois soldados turcos e feriram seis nas últimas 48 horas.

EFE |

A imprensa turca informou que uma explosão registrada hoje matou um militar que fazia parte de um grupo que procurava os curdos que ontem mataram outro soldado.

Segundo a agência "Anadolu", a mina detonada ontem pelo PKK feriu três militares. Outros meios de comunicação diziam que o ataque de hoje também deixou três feridos.

As mortes recentes são as primeiras registradas no conflituoso sudeste da Turquia, onde se concentra a população curda do país.

Após os ataques, as Forças Armadas turcas lançaram uma operação contra os militantes curdos.

O PKK, considerado terrorista pela União Europeia e pelos Estados Unidos, pegou em armas em 1984, para reivindicar a autonomia dos 12 milhões de curdos que vivem na Turquia.

Desde então, cerca de 40. mil pessoas perderam a vida na guerra não declarada entre os rebeldes e as forças turcas. EFE Dt/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG