Ataques do Exército israelense matam cinco palestinos, entre eles uma criança

Gaza, 11 abr (EFE).- O Exército de Israel matou hoje cinco palestinos, entre eles uma criança de doze anos, em bombardeios aéreos e em uma incursão terrestre na Faixa de Gaza, informaram fontes médicas locais.

EFE |

O último ataque teve como cenário o campo de refugiados de Bureij, no centro da Faixa de Gaza e onde o menor, cuja identidade não foi revelada, foi atingido na cabeça e no pescoço por tiros de soldados israelenses.

O confronto também matou dois milicianos palestinos que enfrentaram as tropas invasoras.

Dois milicianos do Hamas tinham morrido horas antes em ataques aéreos do Exército de Israel em Khan Yunis, no sul da Faixa de Gaza, informaram porta-vozes do movimento islâmico.

Fontes militares israelenses confirmaram os ataques aéreos e a incursão terrestre, e disseram que havia milicianos envolvidos no ataque registrado na quarta-feira por um comando palestino no terminal de combustível da passagem fronteiriça de Nahal Oz, no leste da Faixa de Gaza.

Dois civis israelenses morreram na incursão, que desencadeou no mesmo dia uma operação de represália do Exército israelense, que custou a vida de seis palestinos, entre eles três crianças.

O primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, advertiu, após o ataque da quarta-feira dos milicianos palestinos, que as operações militares em Gaza continuariam. EFE amg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG