Após confrontos, um forte esquema de segurança foi montado para tentar deter os criminosos

Sete policiais e três criminosos morreram neste domingo em dois enfrentamentos registrados no estado mexicano de Sinaloa, nos quais também ficaram feridos cinco agentes e um delinquente, informou a imprensa local.

No primeiro dos tiroteios morreram dois dos criminosos, um ficou ferido e outros dois foram detidos no povoado de Bateve, no município de Fuerte, onde vários homens armados que viajavam em dez caminhonetes tentaram emboscar militares, que revidaram às agressões, segundo o diário "El Universal".

Depois do ataque, os soldados apreenderam quatro armas de fogo, três granadas, um lança-granadas, 28 carregadores cheios, 128 cartuchos, duas caminhonetes roubadas, uniformes militares e aparelhos para comunicação.

Aparentemente, os policiais que transferiam os dois bandidos detidos à capital do estado, Culiacán, foram surpreendidos por um comando integrado por cerca de 30 pessoas que viajavam em várias caminhonetes blindadas.

Neste segundo confronto contra elementos da Unidade Especializada em Ordens de Apreensão, morreram sete jovens agentes e um dos detidos, enquanto cinco policiais e o outro detido ficaram feridos.

Depois dos enfrentamentos, se estabeleceu um forte dispositivo de segurança por terra e ar para tentar deter os criminosos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.