Ataques deixam quatro mortos em Bagdá

Cidade foi atacada por mísseis em área mais protegida do Iraque

EFE |

Pelo menos quatro pessoas, entre elas três da mesma família, morreram neste domingo em ataques em Bagdá, onde vários mísseis Katyusha atingiram a chamada Zona Verde, área mais protegida do Iraque, segundo informações da Polícia iraquiana.

As fontes explicaram à Agência Efe que um grupo de insurgentes invadiu uma casa no bairro de Al Biya, no sudoeste de Bagdá, e matou um casal e seu filho. Ainda não se sabe o motivo do ataque. Os criminosos fugiram depois do atentado. Em outro incidente, uma pessoa morreu e outras seis ficaram feridas por impactos de um Katyusha em um estacionamento de carros no bairro de Bab Sharqi, no centro de Bagdá.

Quatro projéteis Katyusha atingiram a Zona Verde, onde se encontram várias embaixadas e sedes do Governo e do Parlamento, mas as fontes não informaram sobre a possibilidade de haver vítimas. Em outros dois atentados no centro da capital, sete pessoas ficaram feridas também por impactos de mísseis Katyusha nos bairros de Al Kilani e Al Jaderiya. EFE ah/sa

    Leia tudo sobre: IRAQUEVIOLÊNCIA

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG