Ataques deixam pelo menos 58 mortos no Iraque

Uma série de ataques contra xiitas deixou pelo menos 58 mortos e mais de 200 feridos nesta sexta-feira em Bagdá e no oeste do Iraque, segundo o Ministério do Interior iraquiano.

iG São Paulo |

Os ataques pareceram ser uma mostra de força dos militantes dias depois de o governo iraquiano ter anunciado a morte de dois importantes líderes da rede terrorista Al-Qaeda no país .

Os dois ataques mais graves foram lançados com carro-bombas contra uma instalação do movimento radical sadrista e um mercado em Cidade Sadr, bairro xiita pobre do norte da capital.

Além disso, três atentados aconteceram contra mesquitas xiitas. No início das orações desta sexta-feira, a explosão de um carro-bomba deixou três mortos e 14 feridos em frente da mequita xiita de Abdel Hadi Shalabi, num bairro ao norte de Hourriya.


Iraquianos observam carro-bomba após explosão no bairro de Cidade de Sadr / AP

Outro carro-bomba explodiu junto à mesquita Mohsen al-Hakim, em al-Amine, leste de Bagdá. Houve também ataques perto da mesquita xiita de al-Sadrein, em Zaafaraniya, centro da capital, e num mercado da rua Haifa, também no centro.

Os ataques em Bagdá foram precedidos pela detonação de bombas em dois bairros no centro da cidade de Ramadi, na Província de Anbar, que deixaram nove mortos e 12 feridos.

*Com AP, AFP e EFE

Leia mais sobre Iraque

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG