Ataques deixam 14 mortos no Afeganistão

Oito americanos foram mortos em um atentado suicida no leste do Afeganistão, segundo informações divulgadas por militares dos Estados Unidos nesta quarta-feira. O militante suicida usava um cinturão explosivo quando entrou em uma base militar na província de Khost, segundo a imprensa americana.

BBC Brasil |

As autoridades não revelaram detalhes sobre o número de feridos no ataque ocorrido próximo à fronteira com o Paquistão.

Ainda não está claro se os mortos seriam civis ou agentes americanos. A agência de notícias Reuters afirma que todas as vítimas eram civis, mas os militares não confirmaram a informação oficialmente. Já a rede de notícias americana CNN afirma que os oito mortos seriam agentes da CIA, a agência de inteligência dos Estados Unidos.

Canadá
Em outro ataque no Afeganistão, cinco soldados e uma jornalista canadenses morreram após a explosão de uma bomba em uma estrada em Kandahar.

O incidente foi o pior ataque fatal contra canadenses no país em mais de dois anos.

Segundo o correspondente da BBC em Toronto Lee Carter, o incidente vai preocupar os canadenses, já que um civil está entre os mortos.

A jornalista foi identificada como Michelle Lang, de 34 anos, do jornal Calgary Herald, que estava fazendo uma cobertura no Afeganistão.

Polêmica
No ano que vem, o total de soldados nas forças internacionais no Afeganistão deve subir de 113 mil para 150 mil.

No sábado, uma operação da Otan causou um desentendimento entre o governo afegão e as forças internacionais. O presidente do país, Hamid Karzai, acusa soldados internacionais de terem atirado indiscriminadamente contra dez civis, incluindo oito adolescentes.

A Otan nega as alegações afegãs.

A morte de civis afegãos nas operações da Otan, embora em menor número do que nos ataques do Talebã, costuma gerar grande ressentimento entre a população local.

O Talebã luta desde 2001, quando foi derrubado pela Otan, contra o governo do presidente Karzai e as forças estrangeiras no Afeganistão.

Leia mais sobre: Afeganistão

    Leia tudo sobre: afeganistãoatentadosterrorismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG