Ataques de Israel matam membro do Hamas e deixa 9 feridos em Gaza

Exército israelense confirmou os ataques aéreos que tiveram como alvo uma oficina de armas e túneis de contrabando

EFE |

GAZA - Um membro do movimento islamita Hamas morreu e outros nove palestinos ficaram feridos em diferentes ataques da aviação israelense na madrugada deste sábado em Gaza, segundo fontes oficiais na faixa. De acordo com o porta-voz do serviço de urgências do Ministério da Saúde na Faixa de Gaza, controlada pelo Hamas, Moawiya Hasanin, dois dos nove feridos estão em situação grave.

O primeiro dos ataques teve como alvo um campo de treinamento da Polícia do Hamas, lugar onde os palestinos ficaram feridos, sendo que oito deles são oficiais das forças de segurança. Segundo testemunhas, pelo menos três mísseis foram disparados contra o campo em sequência.

Outro dos alvos foi o campo de refugiados de El-Bureij, no centro da faixa, assim como a zona dos túneis subterrâneos cavados entre o sul de Gaza e o território egípcio, desta vez sem vítimas. Pouco antes de amanhecer o dia, o último dos ataques teve como alvo uma base de treinamento no campo de refugiados de Nuseirat, no centro de Gaza, onde morreu o militante islamita, de acordo com o relato de testemunhas.

O Exército israelense confirmou os ataques aéreos e afirma que tiveram como alvo uma instalação do Hamas no norte da faixa, uma oficina de manufatura de armas no centro e os túneis de contrabando de armas no sul do território.

Os ataques acontecem depois que, na manhã de sexta-feira, um foguete tipo Katyusha, de 122 milímetros e um alcance de até 30 quilômetros, atingiu a cidade israelense de Ashkelon, situada a cerca de dez quilômetros ao norte da faixa, sem vítimas. Os Comitês Populares da Resistência, facção armada pró-Hamas, assumiram a autoria do ataque.

* Com EFE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG