Ataques de criminosos no México deixam 3 mortos e 5 feridos

Tijuana (México), 26 set (EFE) - Três mortos e cinco feridos é o saldo de seis ataques com armas de fogo contra policiais mexicanos realizados nas últimas horas por criminosos em Tijuana e Rosarito, cidades próximas à fronteira com os Estados Unidos, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

Fontes da Polícia municipal de Tijuana e da Procuradoria Geral de Justiça do Estado de Baixa Califórnia, ao qual pertencem essas localidades do nordeste do país, informaram sobre os atentados, três deles registrados na quinta-feira à noite e os outros três nesta manhã.

Dois dos agentes, todos eles municipais, morreram hoje em Guaycura, uma zona populosa no leste de Tijuana.

Aparentemente, os policiais patrulhavam a zona em uma caminhonete quando desconhecidos abriram fogo contra eles.

Nos outros dois atentados registrados esta manhã, uma pessoa ficou ferida.

A escalada de violência contra a Polícia nessa cidade e a vizinha Rosarita, ambas litorâneas com o Pacífico, começou no fim da noite de quinta-feira.

No primeiro incidente, dois agentes que se deslocavam em um veículo, também por um bairro do leste de Tijuana, foram surpreendidos por pelo menos quatro indivíduos fortemente armados em outro automóvel que os alcançaram em um semáforo e abriram fogo contra eles.

No ataque, dois policiais e uma mulher ficaram feridos.

Duas horas depois, quando dezenas de policiais atendiam esse caso, outros dois agentes que se deslocavam em patrulha foram interceptados por criminosos e atacados com armas longas.

Um deles ficou gravemente ferido e seu acompanhante saiu ileso.

Por volta de meia-noite (hora local), em um terceiro incidente muito similar em Rosarito, o subchefe da Polícia municipal, Samuel Martínez Espinoza, foi morto.

Após os crimes virem a público, o chefe de Segurança Pública municipal de Tijuana, Luis Alberto Capella, qualificou de "lamentável" o sucedido e antecipou que os indícios apontam que as ações foram obra do crime organizado. EFE dec/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG