Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Ataques das Farc obrigam fechamento de oleoduto na Colômbia

Bogotá, 23 jun (EFE).- O bombeamento de petróleo pelo oleoduto colombiano Caño Limón-Coveñas, um dos mais importantes do país, foi interrompido devido a dois ataques da guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

As Farc dinamitaram o oleoduto em dois pontos entre os departamentos de Arauca e Norte de Santander, na fronteira com a Venezuela, disseram as fontes.

A estatal Empresa Colombiana de Petróleos (Ecopetrol) afirmou que os ataques das Farc foram nos municípios de Tibú (Norte de Santander) e Arauquita (Arauca).

O primeiro ataque foi cometido no sábado por três homens que dinamitaram o oleoduto em um lugar conhecido como El Progreso, na região de Catatumbo, enquanto o segundo foi no domingo à tarde.

Os dois ataques provocaram vazamentos de petróleo e obrigaram a Ecopetrol a suspender o envio de petróleo pelo oleoduto, de cerca de 800 quilômetros de comprimento e que transporta aproximadamente 100.000 barris diários entre o nordeste da Colômbia e o Caribe.

Leia mais sobre: Farc - petróleo

Leia tudo sobre: farcpetróleo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG