Ataques das Farc matam 2 e ferem 12

Bogotá, 27 mar (EFE).- Pelo menos dois policiais colombianos morreram e outros sete agentes e cinco civis ficaram feridos em dois atentados com explosivos cometidos pelas das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) no departamento de Meta, informaram hoje as autoridades regionais.

EFE |

O primeiro atentado aconteceu na quinta-feira em uma zona rural da localidade de Puerto Rico, onde os guerrilheiros "lançaram botijões (de gás doméstico) e explosivos a partir de rampas contra um grupo de erradicação (da coca)", disse à Agência Efe o assessor de segurança do Governo de Meta, coronel Germán Ayala.

A ação causou a morte de um policial e feriu mais cinco agentes e cinco civis, acrescentou o assessor, que lembrou que outro grupo de erradicação manual de cultivos ilegais tinha sido atacado há uma semana, mas sem consequências.

Ayala acrescentou que o outro atentado aconteceu ontem à noite na área urbana de Mesetas e foi cometido com uma granada que os insurgentes jogaram contra uma guarita da estação local de Polícia, onde estavam três agentes.

"Um deles morreu e os outros estão gravemente feridos", disse a fonte, que advertiu que, nas imediações da edificação atacada, ficam as residências de autoridades da localidade.

O funcionário disse que a ação rebelde aconteceu oito dias depois de as Farc instalarem em setores urbanos de Mesetas três minas, por causa das quais uma criança perdeu a perna.

As outras duas foram desativadas por agentes militares, disse Ayala, que indicou que o grupo insurgente ameaçou os funcionários e a população civil da localidade.

As incursões rebeldes ocorreram no dia do primeiro aniversário da morte do fundador e chefe máximo das Farc, Pedro Antonio Marín, mais conhecido como "Manuel Marulanda Vélez" ou "Tirofijo". EFE jgh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG