Ataques com carro-bomba matam 21 na Somália

Pelo menos 21 pessoas morreram em uma série de ataques com carro-bomba na Somalilândia, no norte da Somália. A maior parte dos atentados coordenados ocorreu em Hargeisa, capital do território, uma região cuja independência não é reconhecida.

BBC Brasil |

Ao menos 19 pessoas morreram nos ataques que atingiram o palácio presidencial, a embaixada da Etiópia e o prédio das Nações Unidas.

Os outros dois mortos foram homens suicidas que detonaram explosivos na região vizinha de Puntland.

O correspondente da BBC em Hargeisa Jamal Abdi disse que 28 pessoas foram levadas para o hospital com ferimentos graves.

Oito pessoas morreram na Embaixada da Etiópia, que fica a 50 metros do escritório da BBC.

A Etiópia é um dos poucos países a reconhecer a independência da região separatista.

Nas dependências da ONU, um carro carregado com explosivos conseguiu entrar no subsolo do prédio antes de explodir.

No Palácio Presidencial, em Hargeisa, guardas abriram fogo contra os militantes antes dos artefatos serem detonados dentro do veículo.

Ainda não há informações sobre os responsáveis pelos ataques.

Leia mais sobre Somália

    Leia tudo sobre: atentado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG