Ataques com bomba contra 3 igrejas fere 8 em Bagdá

Bagdá, 12 jul (EFE).- Três igrejas de Bagdá foram hoje alvo de vários ataques com explosivos, que não deixaram vítimas fatais, mas feriram oito pessoas, informou uma fonte do Ministério do Interior iraquiano.

EFE |

As igrejas atacadas ficam nos bairros de Al-Wahda, Al-Gadir e Al-Tahria, situados no centro de Bagdá, e as explosões ocorreram de forma quase simultânea.

A fonte disse também que, ontem à noite, a Igreja de Mar Youssef - pertencente à igreja cristã caldéia - sofreu um ataque com duas bombas que causou danos no edifício e em casas vizinhas.

Desde a invasão e ocupação do Iraque, em 2003, e a posterior explosão de violência, as igrejas e mesquitas sofreram dezenas de atentados.

Dezenas de milhares de cristãos tiveram que fugir para o exterior ou se refugiar na província de Ninawa ou na região autônoma do Curdistão.

Antes de 2003, a população cristã do Iraque superava os 800 mil e calcula-se que cerca de 250 mil saíram do país desde então.

Além disso, um grupo de homens armados assassinou hoje o diretor-geral do departamento de Vigilância Financeira da província de Kirkuk, Aziz Rezqu Misan, de credo cristão.

Um grupo de desconhecidos parou o carro de Misan, o obrigou a sair e atirou nele. EFE am/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG