Ataques atribuídos aos EUA deixam ao menos 10 mortos no Paquistão

Dois ataques atribuídos a aeronaves não tripuladas dos Estados Unidos deixaram ao menos 10 mortos nesta terça-feira em uma região do Paquistão considerada um reduto de militantes do Talebã. Um dos ataques ocorreu na Província do Waziristão do Sul, onde um míssil teria atingido um reduto do líder do Talebã paquistanês, Baitullah Mehsud, matando ao menos seis pessoas.

BBC Brasil |

Informações dão conta de que outro míssil teria sido lançado durante o funeral de uma das vítimas do primeiro ataque, matando outras quatro pessoas.

Inicialmente, informações atribuídas a autoridades paquistanesas davam conta de que 45 pessoas teriam sido mortas.

O website da rede de televisão paquistanesa Geo News, no entanto, afirma, citando autoridades e testemunhas, que o número de mortos em ataques atribuídos aos EUA nesta terça-feira é de 65.

Revés
Também nesta terça-feira, o líder tribal Qari Zainuddin, que era conhecido por criticar Mehsud, foi morto por atiradores no noroeste do Paquistão.

Zainuddin havia criticado Mehsud no início deste mês por causa de um ataque a uma mesquita que deixou 33 mortos.

O Exército paquistanês está preparando uma ofensiva contra militantes do Talebã que estão sob o comando de Mehsud e são responsabilizados por uma série de atentados.

Segundo o correspondente da BBC em Islamabad, Mike Wooldridge, no entanto, a morte de Zainuddin é um revés nos esforços do governo para isolar Mehsud antes do início da próxima fase da ofensiva contra o Talebã nas áreas tribais que fazem fronteira com o Afeganistão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG