Ataques aéreos dos EUA matam 20 insurgentes no Paquistão

(atualiza com segundo ataque e aumenta número de vítimas) Islamabad, 23 jan (EFE).- Pelo menos 20 pessoas morreram e várias ficaram feridas em dois ataques com mísseis lançados hoje por aviões americanos em uma localidade da região tribal paquistanesa na fronteira com o Afeganistão, informou a emissora Geo TV.

EFE |

O primeiro dos ataques, cometido por aeronaves não tripuladas, ocorreu em Kharkai, perto de Mir Ali, na demarcação tribal do Waziristão do Norte.

"Houve um ataque de mísseis justo nos arredores de Mir Ali", na demarcação do Waziristão do Norte, que tinham como alvo a casa de um homem chamado Khalil, disse uma fonte oficial citada pela "Geo TV", emissora que estimou em dez o número de mortos.

Testemunhas e fontes oficiais citadas pela agência estatal "APP" disseram que pelo menos oito pessoas morreram no ataque, que destruiu a casa completamente.

O segundo ataque com mísseis foi lançado contra outra casa em Dilfaraz, perto de Wana, na demarcação tribal vizinha do Waziristão do Sul, onde, segundo a "GeoTV", outras dez pessoas morreram.

Estes foram os primeiros ataques deste tipo desde a posse do novo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

A frequência dos ataques de forças dos EUA destacadas no Afeganistão contra alvos da insurgência na zona tribal paquistanesa que faz fronteira com esse país aumentou nos últimos meses, após a chegada ao poder do presidente Asif Ali Zardari. EFE igb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG