Ataques aéreos de Israel matam ao menos 1 em Gaza--médicos

GAZA (Reuters) - Israel fez vários ataques aéreos contra a Faixa de Gaza nesta quinta-feira, matando ao menos um palestino e ferindo outro, disseram agentes médicos e o grupo Hamas, um dia depois de vários foguetes serem lançados do território palestino em direção ao sul de Israel. As explosões atingiram a Cidade de Gaza, Khan Younis e Rafah, na fronteira com o Egito, levantando colunas de fumaças. Não havia registros de vítimas fatais do lado israelense.

Reuters |

As Forças Armadas de Israel não comentaram a ofensiva aérea, mas uma fonte da segurança, que falou sob condição de anonimato, confirmou a realização da ofensiva aérea.

Parecia ser o primeiro ataque israelense dentro da povoada Cidade de Gaza desde a ofensiva de três meses em janeiro do ano passado, quando 1.400 palestinos e 13 israelenses foram mortos.

Segundo a mídia israelense, o Estado judeu tinha como alvo uma fábrica de armas na Cidade de Gaza.

O Hamas, um grupo islâmico que controla a Faixa de Gaza, afirmou que um avião de guerra de Israel bombardeou um prédio na Cidade de Gaza que, de acordo com testemunhas, parecia pertencer ao grupo da Jihad Islâmica.

Militantes impediram que repórteres chegassem ao local.

Depois, Israel disparou dois mísseis em alvos de Khan Younis, uma cidade no sul de Gaza, disseram testemunhas. Pelo menos um dos mísseis atingiu uma área desabitada perto de uma escola.

Israel distribuiu mais cedo folhetos em Gaza alertando muitos dos 1,5 milhão de residentes que evitassem estar dentro de uma área de 300 metros da fronteira com Israel.

(Reportagem de Nidal al-Mughrabi)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG