Ataques a talibãs deixam 11 mortos no Paquistão

Nova Délhi, 18 jul (EFE).- O Exército paquistanês bombardeou hoje a região tribal de Orakzai, onde destruiu três abrigos talibãs e matou 11 pessoas, informou a emissora Geo TV.

EFE |

Um dos esconderijos atacados pelos caças paquistaneses era de um conhecido comandante talibã, destacou a rede de TV, que não especificou suas fontes.

Vários civis também ficaram feridos nos bombardeios, ordenados depois que os militares souberam da presença na região de Hakimula Mehsud, líder rebelde supostamente ligado ao chefe dos talibãs paquistaneses, Baitullah Mehsud.

Orakzai é a única das demarcações tribais paquistanesas que não faz divisa com o Afeganistão. Apesar de os combates no território não serem frequentes, no último dia 4 o Exército matou 12 supostos insurgentes em ataques aéreos contra fortificações talibãs.

Há semanas, os militares paquistaneses bombardeiam a vizinha região tribal do Waziristão do Sul, que hoje voltou a ser atacada por um avião não-tripulado americano. A ação, segundo a "Geo TV", matou um suposto líder talibã. EFE amp/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG