Ataques a bomba matam pelo menos 16 no Paquistão

Pelo menos 16 pessoas morreram e mais de cem ficaram feridas na explosão de duas bombas no noroeste do Paquistão, segundo autoridades paquistanesas. A mais potente atingiu a cidade de Peshawar apenas horas após ameaças de ataque feitas por um líder do Taleban paquistanês, Hakimullah Mehsud, em meio a ofensivas militares contra o grupo.

BBC Brasil |

Pelo menos dez pessoas morreram e mais de 75 ficaram feridas quando os explosivos, colocados em um carro e acionados por contagem regressiva, foram detonados em uma movimentada região comercial da cidade por volta do meio-dia.

Horas antes, na cidade de Bannu, um militante suicida detonou seu veículo carregado de explosivos perto de uma delegacia de polícia, deixando pelo menos seis pessoas mortas.

O repórter da BBC em Islamabad Aleem Maqbool disse que os últimos desdobramentos foram os mais violentos das últimas semanas. Ele acrescentou que, no conflito, são os civis os que pagam o preço mais alto.

Recentemente, o governo paquistanês conquistou importantes avanços na luta contra o Taleban, conseguindo eliminar o chefe do grupo, prender diversos outros comandantes e reduzir o número de ataques suicidas.

Entretanto, disse o repórter, sob nova liderança, o Taleban tem demonstrado que ainda pode se impor através do uso da violência.


Leia mais sobre Taleban

    Leia tudo sobre: bombaexplosãotaleban

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG