Ataque talibã no Afeganistão mata pelo menos 31 civis que viajavam em ônibus

CABUL - Pelo menos 31 civis que viajavam em um ônibus morreram depois que um grupo de supostos talibãs os tomou como reféns na quinta-feira na província de Kandahar, no sul do Afeganistão, informou hoje o porta-voz do Ministério da Defesa afegão, Zahir Azimi.

EFE |

Um grupo de insurgentes parou vários ônibus que circulavam pelo distrito de Maywand na quinta-feira e fez 50 pessoas reféns, das quais pelo menos 31 foram assassinadas, disse Azimi.

O chefe da Polícia de Kandahar, Matiullah Khan, explicou que as forças de segurança receberam os corpos de seis pessoas degoladas. Das 50 pessoas capturadas, 10 foram libertadas posteriormente pelos insurgentes, acrescentou Khan.

"Segundo nossa informação procedente da área, os talibãs mataram os 40 passageiros restantes", afirmou esta última fonte.

No entanto, o porta-voz talibã Qari Mohammad Yousuf estimou em 27 o número de vítimas e afirmou que todos os mortos são soldados do Exército afegão que os insurgentes detiveram quando viajavam em três ônibus.

Os ataques da insurgência talibã são freqüentes no Afeganistão, especialmente no sul do país. Segundo cálculos de jornalistas, 4,2 mil pessoas morreram este ano no Afeganistão por causa da violência no país.

    Leia tudo sobre: afeganistao sequestro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG