Ataque talibã a edifícios oficiais mata 6 no Afeganistão

(inclui fim do ataque e atualiza número de mortos). Cabul, 10 ago (EFE).- Pelo menos quatro insurgentes, um policial e um soldado morreram hoje num ataque de um grupo de talibãs contra vários edifícios governamentais da província afegã de Logar, na divisa com a região de Cabul, informou à Agência Efe uma fonte oficial.

EFE |

O porta-voz do governador de Logar, Dir Mohammed Darwish, contou que, em Puli Alam, capital da província, um grupo de quatro rebeldes invadiu esta manhã um prédio que abriga um posto policial. Um agente morreu na ação.

Do edifício, os fundamentalistas atiraram contra o escritório do governador e a delegacia da cidade.

Segundo o porta-voz, a Polícia e o Exército cercaram o prédio e mataram todos os insurgentes que tinham se entrincheirado nele. Um soldado também morreu durante o tiroteio, que durou várias horas.

O comando americano, em comunicado divulgado antes do fim da invasão, afirmou que tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) foram até o local dar apoio às forças de segurança afegãs, a quem ajudaram no atendimento a uma criança ferida.

Segundo o Exército americano, no edifício invadido pelos insurgentes foram encontrados explosivos prontos para serem acionados por controle remoto.

Logar fica na divisa com a província de Cabul, onde fica a cidade de mesmo nome, também capital do país.

Em 4 de agosto, oito projéteis lançados por supostos talibãs deixaram duas pessoas feridas em várias áreas de Cabul, entre eles o bairro em que ficam as principais embaixadas e o quartel-general da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), comandada pela Otan.

Os talibãs protagonizaram durante as últimas semanas vários ataques a edifícios governamentais, principalmente nas províncias fronteiriças com o Paquistão, onde têm forte presença. EFE lo-amp/an-sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG