Ataque suicida no sul do Afeganistão mata três civis

Cabul, 2 ago (EFE).- Pelo menos três civis morreram e outros cinco ficaram feridos num ataque suicida na província de Nimroz, no sul do Afeganistão, informou hoje à Agência Efe uma fonte policial.

EFE |

O subdiretor da Polícia provincial, Ahmad Khan, explicou que um suicida detonou ontem à noite os explosivos que levava ao junto ao corpo na cidade de Zaranj, capital de Nimroz.

A insurgência talibã assumiu a autoria pelo seqüestro do chefe do distrito de Maruri, na província de Kunar (leste), quando ele retornava ontem à noite para sua casa.

O porta-voz dos talibãs, Zabiullah Mujahid, assegurou que o destino do funcionário depende da decisão da cúpula da insurgência talibã.

O Governador de Kunar, Fazilullah Wahidi, confirmou à Efe que o chefe do distrito está desaparecido, mas não explicou se ele realmente foi seqüestrado, ou se os talibãs ou algum outro grupo estão por trás de seu desaparecimento.

Em nota, o Ministério de Defesa do Afeganistão disse que três membros da insurgência morreram perto da capital da província de Paktika, também no leste, quando a bomba que estavam manipulando explodiu acidentalmente.

Os ataques da insurgência talibã são freqüentes no Afeganistão, especialmente na parte sul do país, onde os talibãs têm suas principais fortificações.

As agências de cooperação que trabalham em solo afegão denunciaram ontem um aumento dos ataques talibãs e de bombardeios das forças estrangeiras - que já causaram a morte de 2.500 pessoas só este ano, entre elas cerca de 1.000 civis. EFE lo/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG