Ataque suicida no Paquistão deixa pelo menos 14 mortos

Várias pessoas ficaram feridas no ataque em frente a um posto de polícia

EFE |

Pelo menos 14 pessoas morreram hoje e várias mais ficaram feridas em um ataque suicida registrado em frente a um posto de polícia da província noroeste paquistanesa de Khyber-Pakhtunkhwa, informou hoje à Agência Efe uma fonte policial.

O fato ocorreu na localidade de Laki Marwat, quando um terrorista suicida se aproximou em uma caminhonete dos controles de segurança do centro policial e detonou a carga explosiva que levava consigo, confirmou um porta-voz da Polícia local.

AP
Explosão ocorreu em posto de polícia

O canal "Express Tv" assegurou que há pelo menos 17 mortos e cerca de 40 feridos, embora não tenha informado suas fontes. As equipes de segurança e resgate isolaram a área e estão ocupados em evacuar o recinto da Polícia e vários prédios próximos.

O porta-voz da Polícia disse que teme-se que o número de vítimas possa aumentar e explicou que os feridos estão sendo transportados ao hospital civil, próximo ao local e que também ficou danificado pela explosão.

O primeiro-ministro paquistanês, Yousuf Raza Gillani, condenou o atentado em comunicado emitido por seu escritório e ordenou às autoridades que abram "uma investigação imediata" e ponham à disposição dos feridos o melhor atendimento médico possível.

O ataque coincide com o Dia da Defesa do Paquistão, que foi celebrado em todo o país pelas forças armadas com orações nas mesquitas, içamento de bandeiras e mudanças de guarda, de acordo com diferentes canais de televisão. Este é o terceiro grande atentado sofrido pelo Paquistão nos últimos dias.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG