Ataque suicida no Afeganistão mata dois policiais

Um militante suicida atacou hoje um quartel da polícia na cidade de Zaranj, no sudoeste do Afeganistão, provocando a morte de dois policiais e ferindo mais cinco pessoas, informaram autoridades locais. O incidente ocorreu na província de Nimroz.

Agência Estado |

O militante suicida tentou entrar no quartel a bordo de um veículo repleto de explosivos, disse o vice-chefe da polícia Asadullah Sherzad. O autor do atentado também morreu na ação.

Na província vizinha de Helmand, a polícia anunciou a prisão do mulá Naqibullah, um alto comandante do Taleban. Ele havia fugido duas vezes de prisões afegãs. Segundo a polícia, Naqibullah foi detido durante um confronto que deixou três insurgentes mortos ontem. Naqibullah estava com um grupo de militantes, todos vestidos com uniformes de policiais. O grupo realizou uma emboscada contra um comboio da polícia. No confronto, três militantes morreram e dois policiais ficaram feridos.

Helmand é a província responsável pela maior produção do mundo de ópio. A área é palco de vários combates entre militantes e tropas estrangeiras e afegãs. Em Paris, o primeiro-ministro da França, François Fillon, anunciou hoje que seu país deve contribuir com mais "várias centenas" de tropas no Afeganistão. O anúncio foi feito durante discurso de Fillon no Parlamento francês. "O envio pode ser da ordem de várias centenas de soldados extras", disse Fillon, sem especificar a função específica dessas tropas extras.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG