Ataque suicida mata pelo menos três pessoas no Paquistão

Nova Délhi, 27 fev (EFE).- Nova Délhi, 27 fev (EFE).

EFE |

- Pelo menos três pessoas morreram (entre elas uma criança) e 26 ficaram feridas em um atentado suicida junto a uma delegacia do noroeste do Paquistão neste sábado, informou uma fonte policial ao canal televisivo paquistanês "Dawn".

O ataque foi realizado na cidade de Karak, capital do distrito de mesmo nome, na Província da Fronteira Noroeste (NWFP, na sigla em inglês), por um suicida a bordo de um carro que foi detonado em frente à delegacia da cidade, segundo a fonte.

Enquanto agentes tentavam deter o veículo na entrada principal das instalações, o suicida acionou os explosivos, que causaram danos na delegacia e derrubaram uma mesquita que fica ao lado, segundo a Polícia.

Alguns dos feridos - já transferidos a hospitais - estão em estado crítico, e as autoridades hospitalares não descartam a possibilidade de haver mais mortes.

Os mortos, de acordo com fontes das forças de segurança, são dois policiais e uma criança.

Uma fonte policial explicou que no momento do atentado a maioria dos agentes estava fora das instalações da delegacia, controlando a festa religiosa Eid-e-Miladun Nabi ("A paz esteja com Ele"), que acontece hoje no Paquistão.

O distrito de Karak se encontra entre as conflituosas áreas de Lakki Marwat e Kohat, alvos frequentes de ataques insurgentes.

Segundo as autoridades, este foi o primeiro ataque suicida registrado em Karak.

Nenhuma organização reivindicou a autoria do atentado até o momento, mas as suspeitas recaem sobre os talibãs, que realizaram vários ataques suicidas contra a Polícia e as forças do Governo do Paquistão nos últimos anos.

Mais de três mil pessoas, a maioria civis, morreram em 2009 em ataques terroristas, segundo relatório recente do Instituto do Paquistão para Estudos de Paz. EFE daa/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG