Ataque suicida mata oito no Afeganistão

Pelo menos oito pessoas morreram em um ataque a bomba suicida na capital do Afeganistão, Cabul, nesta terça-feira. A explosão ocorreu perto de um hotel no distrito de Wazir Akbar Khan, onde estão sediadas várias agências de ajuda e embaixadas.

BBC Brasil |

Entre os mortos estão dois guarda-costas do vice-presidente do país, Ahmad Zia Massoud, segundo o presidente, Hamid Karzai.

O ataque, que deixou mais de 40 feridos, foi realizado pouco antes de Karzai abrir uma conferência de três dias sobre corrupção no país.

Cabul tem sido palco de ataques como esse nos últimos meses. Em novembro, um homem explodiu um carro-bomba ao lado de uma base da Otan na capital afegã, ferindo três soldados estrangeiros e três civis afegãos.

O ataque desta terça foi o primeiro desde que Karzai tomou posse para um segundo mandato, quando prometeu que o combate à corrupção seria uma das prioridades de seu governo.

O governo tem sido pressionado pelo Ocidente a enfrentar o problema, tido como endêmico nas instituições do país. A conferência aberta nesta terça em Cabul, que reúne 200 representantes de várias partes do país, é a primeira iniciativa do novo governo de buscar soluções para enfrentar a corrupção.

A reunião, realizada a poucos quilômetros o local da explosão, foi aberta com um momento de silêncio em homenagem às vítimas do atentado.

Segundo testemunhas um carro de passeio preto explodiu quando passava em frente ao hotel Hetal em uma área de comércio mais nobre.

O ataque ocorreu em um a das áreas mais policiadas e protegidas da cidade. Ele foi o último no que está sendo considerado como o ano mais violento em Cabul desde a derrubada do Talebã em 2001.

A casa do vice-presidente está entre os prédios que foram danificados com a explosão, mas ainda não está claro se ele teria sido o alvo do ataque.

Massoud, um proeminente líder da oposição, é irmão do comandante Ahmad Shah Massoud, inimigo do Talebã morto em um ataque suicida em 2001.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG