Ataque suicida mata dezenas no Afeganistão

Atentado realizado por homem-bomba deixa ao menos 30 mortos em Kunduz, no norte do país

iG São Paulo |

Reuters
Homens carregam vítima de ataque suicida dem Kunduz, no Afeganistão

Um ataque suicida em um centro administrativo do governo do Afeganistão na província de Kunduz, norte do país, deixou ao menos 30 mortos nesta segunda-feira.

O ataque aconteceu por volta das 12h no horário local (4h30 de Brasília), quando um homem-bomba provocou a explosão em frente a um escritório do governo no distrito de Imamae Sahib, segundo informou o chefe distrital, Muhammad Ayub Haqyar.

Segundo o porta-voz da presidência do Afeganistão, Wahid Omar, dezenas de pessoas estavam no centro no momento do ataque, tentando obter um documento de identidade.

Foi o segundo ataque suicida em três dias no Afeganistão. No sábado, um duplo ataque suicida contra uma agência bancária de Jalalabad deixou 38 mortos. As forças afegãs e da Otan também estavam investigando dois graves incidentes envolvendo vítimas civis. O último ataque matou seis pessoas quando um bombardeio aéreo mal-direcionado atingiu uma residência na província de Nangarhar, no leste do país.

Kunduz se tornou um foco de ataques nos últimos dois anos, à medida que a insurgência se espalha das bases tradicionais do Taliban no sul e no leste para as áreas que eram antes pacíficas.

Com EFE e Reuters

    Leia tudo sobre: afeganistãoataque suicidahomem-bombaguerra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG