CABUL - Pelo menos 23 pessoas, entre elas o número dois do serviço secreto afegão, morreram e 35 ficaram feridas em um ataque suicida perpetrado nesta quarta-feira na província de Laghman, informou uma fonte oficial.

O porta-voz do governador provincial, Sayed Ahmad Safi, disse à agência afegã "AIP" que o suicida atacou o veículo do vice-chefe de inteligência afegão, Abdullah Laghmani, e matou ainda dois de seus seguranças e do chefe do conselho provincial.

O ataque aconteceu em Metarlam, capital de Laghman, que faz fronteira com a província de Cabul.

O porta-voz taleban Zabiullah Mujahid reivindicou o ataque e disse que um dos insurgentes detonou a carga explosiva quando o "número dois" da inteligência afegã e vários de seus acompanhantes saíam de uma mesquita de Metarlam.

Durante as últimas semanas, marcadas pelo pleito presidencial do dia 20, os talebans perpetraram vários ataques em todo o Afeganistão, incluindo a capital, contra as forças internacionais e afegãs e outros alvos.

Leia mais sobre Afeganistão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.