Ataque suicida mata 8 no oeste do Iraque

BAGDÁ (Reuters) - Dois homens-bomba mataram oito pessoas e feriram 14 em um ataque ao quartel general da polícia nos arredores da cidade iraquiana de Ramadi no sábado, informou a corporação. Dois capitães da polícia que viram o ataque disseram à Reuters que quatro dos mortos são policiais e os demais, civis.

Reuters |

Os militantes detonaram suas roupas explosivas simultaneamente do lado de fora da estação policial, segundo o capitão Shakir Aswad.

Mas outro capitão, Mohammed Htim, afirmou acreditar que pelo menos um dos explosivos estava dentro de um carro-bomba conduzido na direção do local.

Não estava claro se o segundo ataque havia contribuído para as mortes ou se todos morreram durante a primeira explosão.

A violência caiu acentuadamente no Iraque no último ano e no mês passado se chegou ao menor número de mortes violentas entre soldados dos EUA e civis iraquianos desde a invasão liderada pelos norte-americanos em 2003.

Mas os militantes mostram-se ainda capazes de promover ataques devastadores e de grande escala. Não foi esclarecido quem está por trás das explosões em Ramadi, mas os ataques suicidas são a tática favorita do grupo islâmico sunita Al Qaeda.

(Reportagem de Aws Wusay; reportagem adicional de Khalid al-Ansary)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG