Ataque suicida mata 20 durante funeral no Iraque

BAGDÁ (Reuters) - Um ataque suicida matou 20 pessoas e feriu outras dezenas nesta quarta-feira em um funeral no qual estavam presentes sunitas que se opõem à al Qaeda, no oeste de Bagdá, disse a polícia iraquiana. A polícia contou que o homem-bomba se explodiu dentro de uma tenda onde era realizado o funeral no vilarejo de Abu Munasir, na província de Anbar.

Reuters |

Ninguém reivindicou a autoria do atentado, mas as suspeitas devem recair sobre os militantes da Al Qaeda, organização islâmica sunita.

A Al Qaeda é acusada de cometer a maioria dos ataques suicidas do Iraque, e avisou que atacaria tribos árabes sunitas que se juntassem a forças dos Estados Unidos para se opor ao grupo.

Anbar, no oeste do Iraque, era antes um lugar seguro da Al Qaeda até que tribos árabes sunitas e tropas norte-americanas forçaram a saída do grupo no final de 2006 e em 2007.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG