Ataque suicida mata 2 soldados iraquianos e deixa 6 civis feridos em Mossul

Bagdá, 13 ago (EFE).- Dois soldados iraquianos morreram hoje e seis civis ficaram feridos devido à explosão de um carro-bomba dirigido por um suicida na cidade de Mossul, cerca de 400 quilômetros ao norte de Bagdá, informaram fontes policiais.

EFE |

Segundo as fontes mencionadas, o atentado foi cometido contra um posto de controle estabelecido no bairro de Al-Shifa, no oeste de Mossul, capital da província de Ninawa, fronteiriça com a Síria.

A explosão causou grande destruição em carros militares e civis, disseram as fontes.

Este ataque ocorre poucas horas depois que pelo menos duas pessoas morreram e outras sete ficaram feridas devido à explosão de outro carro-bomba ao sul de Mossul.

As fontes disseram que o carro-bomba foi detonado em um mercado popular na localidade de Qayara, a 50 quilômetros da cidade.

A explosão também causou grandes danos materiais a várias lojas e edifícios localizados nas proximidades.

A violência persiste em Ninawa apesar das estritas medidas de segurança impostas dentro da grande campanha militar realizada desde maio por milhares de soldados iraquianos, com o apoio das tropas americanas.

A operação tem o objetivo de pôr fim aos atentados da rede terrorista Al Qaeda. EFE ah/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG