Bagdá, 20 abr (EFE).- O Exército dos Estados Unidos confirmou hoje em comunicado que oito soldados americanos ficaram feridos em um atentado suicida cometido esta manhã em Baquba, 150 quilômetros ao nordeste de Bagdá.

Mais cedo, fontes policiais iraquianas tinham informado de que havia quatro mortos e 12 feridos no ataque, mas não especificaram se militares dos EUA estavam entre as vítimas.

No entanto, uma testemunha confirmou à Agência Efe que, após o atentado, quatro soldados americanos ficaram caídos no chão e que um deles poderia ter morrido.

A nota do comando militar dos EUA acrescentou também que o ataque foi cometido por um terrorista com um cinturão de explosivos junto ao corpo, o qual detonou perto do escritório do prefeito de Baquba, capital da província de Diyala, por volta de 10h (3h de Brasília).

Além disso, a nota afirma que o Exército americano não recebeu qualquer informação que indica a existência de baixas entre as Forças de Segurança iraquianas, apesar de fontes policiais iraquianas terem ressaltado que dois agentes haviam morrido na ação.

Segundo a versão das fontes iraquianas, o terrorista suicida estava disfarçado de policial, e detonou o cinturão de explosivos quando uma patrulha americana e iraquiana passava pelo bairro Nova Baquba. EFE am/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.