Explosão ocorreu em complexo que abriga shopping e hotel; é o segundo ataque com vítimas em menos de um mês em Cabul

Policial afegão impede aproximação de curiosos em local de ataque suicida em Cabul, capital do Afeganistão
Reuters
Policial afegão impede aproximação de curiosos em local de ataque suicida em Cabul, capital do Afeganistão

Uma explosão em um shopping e um hotel deixou ao menos três mortos nesta segunda-feira em Cabul, no Afeganistão. É o segundo ataque com vítimas em menos de um mês na capital afegã, onde é forte a presença das forças de segurança.

O diretor de investigações criminais da polícia afegã, coronel Baloch Orikhil, afirmou que o ataque foi suicida. O homem-bomba detonou os explosivos dentro de um complexo conhecido como Safi Landmark, que inclui um shopping e um hotel.

"Temos informações de que foi um ataque suicida. Uma pessoa explodiu a si mesma e outros insurgentes entraram no prédio", afirmou Orikhil. O porta-voz do Ministério do Interior afegão, Zemeri Bashary, afirmou que dois seguranças estão entre os mortos.

O prédio, no qual autoridades, empresários e estrangeiros costumam fazer reuniões, tem forte esquema de segurança. O ataque destruiu a entrada do edifício e algumas janelas. Há um ano, o Safi Landmark já havia sido danificado em um ataque há dois hotéis próximos que deixou 20 mortos, incluindo nove estrangeiros.

Este é o segundo ataque com vítimas em Cabul em menos de um mês. Em 28 de janeiro, um homem-bomba matou oito em um ataque a um supermercado frequentado por estrangeiros.

Com AP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.