Ataque suicida deixa pelo menos dez mortos no Paquistão

Nova Délhi - Pelo menos dez pessoas morreram hoje e várias ficaram feridas em um ataque suicida contra um comboio de ônibus de passageiros na conflituosa Província da Fronteira Noroeste (NWFP, na sigla em inglês) do Paquistão, informou uma fonte oficial.

EFE |

O comissário de Polícia da localidade de Kohat, próxima ao lugar do atentado, Khalid Khan, explicou que um suicida detonou a carga que transportava na zona de Tal, no distrito de Hangu.

Segundo Khan, citado pelo canal paquistanês privado "Geo TV", os feridos foram transferidos a hospitais próximos.

A cadeia "Express TV", que não especifica suas fontes, afirmou que o número de mortos já chegou a 12, enquanto os feridos já somam 30.

De acordo com esta versão, o ataque aconteceu quando um suicida a bordo de um veículo detonou a carga que transportava contra o comboio que se dirigia a Parachinar, cabeceira da demarcação tribal de Kurram, que faz divisa com Hangu.

As forças de segurança isolaram a zona do ataque, que aconteceu quando os ônibus passavam perto de um posto de gasolina.

Situado na NWFP, o distrito de Hangu faz divisa com as demarcações tribais da fronteira com o Afeganistão, onde são procurados abrigos dos membros da insurgência talibã e da rede terrorista Al Qaeda, e onde atentados são frequentes.

Leia mais sobre: Paquistão

    Leia tudo sobre: paquistãoterrorismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG