Ataque suicida contra milícia Al Sahwa deixa ao menos 7 mortos e 20 feridos

Bagdá, 26 mai (EFE).- Um atentado suicida contra as milícias pró-governamentais Al Sahwa no norte de Bagdá deixou pelo menos sete mortos e 20 feridos, disseram à Agência Efe fontes policiais.

EFE |

O atentado foi cometido com uma moto-bomba colocada junto à sede da milícia no bairro de Al Tamiya, no norte da capital iraquiana.

Cinco dos mortos são milicianos da Al Sahwa, enquanto os outros dois são policiais que estavam num posto de controle que dá acesso aos escritórios atacados.

Além disso, 15 dos feridos são milicianos, e os outros cinco, policiais.

Al Sahwa é o nome recebido pelas milícias criadas pelo Conselho de Salvação, organismo criado pelas tribos sunitas que, após uma época de coexistência - e em alguns casos, cumplicidade - com a Al Qaeda, distanciaram-se desta e começaram a combatê-la.

O Governo de Nouri al-Maliki, assim como o Exército americano, encorajou a entrega de armas a estes grupos para que impusessem a ordem em bairros e províncias sunitas - onde gozam de mais credibilidade que a Polícia, dominada pelos xiitas.

Estas milícias se encarregam agora de impor a ordem em diversos pontos das províncias de Al-Anbar, Ninawa, Diyala e Bagdá.

A Al Qaeda declarou guerra a eles e protagonizou muitos atentados que deixaram dezenas de mortos nos últimos meses. EFE ah/fh/dp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG