(Atualiza número de vítimas) Bagdá, 15 jul (EFE).- Pelo menos 28 pessoas morreram devido ao ataque cometido por dois suicidas contra um campo de treinamento militar em Baquba, capital da província de Diyala, no leste do Iraque, segundo uma nova apuração informada à Agência Efe por fontes policiais.

Antes, tinha sido informado que pelo menos 23 pessoas haviam morrido e 68 tinham ficado feridas nesse ataque.

Segundo as fontes, um homem que estava com um cinto de explosivos entrou de carro no campo Saad e, quando estava no local, detonou a carga diante de centenas de recrutas que estavam reunidos para o início das atividades matinais, às 6h (0h de Brasília).

De forma quase simultânea, outro suicida detonou seu cinto de explosivos junto à porta 7 do campo, situado no leste de Baquba.

Além disso, cerca de sete pessoas, entre elas duas mulheres, morreram hoje em uma onda de ataques registrada em Mossul, capital da província de Ninawa, no norte do Iraque, disseram porta-vozes de segurança locais.

Segundo as fontes, quatro civis morreram e outros cinco ficaram feridos em um ataque cometido por um suicida que detonou seus explosivos em meio a um grupo de pessoas, no oeste de Mossul.

Além disso, o ataque de um suicida com um carro-bomba contra um posto de controle policial matou um agente de ordem no bairro de Al-Nour, no leste de Mossul.

Em outro incidente, duas mulheres foram mortas a tiros por um grupo armado na área de Al-Karama, no sudeste da mesma cidade, disseram as fontes. EFE am/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.