Ataque rebelde mata 5 operários na Nigéria

Lagos, 13 jul (EFE).- Guerrilheiros do Movimento para a Emancipação do Delta do Níger (Mend) mataram cinco trabalhadores da indústria petrolífera da Nigéria ao atacarem um cais na região de Lagos, confirmaram hoje porta-vozes do serviço de socorro.

EFE |

Segundo as fontes, os corpos de cinco operários foram encontrados carbonizados no porto de Atlas Cove. As informações são de que membros do Mend detonaram explosivos num dos tanques de petróleo do local e em vários dutos de distribuição.

O incêndio se espalhou rapidamente e vários dos navios-tanque que estavam atracados no local foram destruídos, confirmaram as fontes.

O porto, operado pela Sociedade Nacional de Petróleo da Nigéria (NNPC, na sigla em inglês), fica no litoral do estado de Lagos. A plataforma é considerada fundamental para a economia da região.

Nela, são descarregados gasolina, diesel e outros combustíveis procedentes das refinarias do sudeste do país.

O local também serve de ponto de distribuição de petróleo para outros depósitos.

O ataque, ocorrido ontem, foi o primeiro atribuído aos rebeldes do Mend na capital financeira da Nigéria. O movimento rebelde já tinha dito várias vezes que atacaria instalações petrolíferas fora do Delta do Níger, região pobre para a qual pede mais investimentos do Governo. EFE da/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG