Ataque perto da fronteira com Mali mata 5 soldados do Níger

Niamey, 10 mar (EFE).- Homens armados não identificados mataram cinco soldados do Níger em um posto perto da fronteira com Mali, confirmou o Governo de transição do país, cujo presidente, Mamadou Tandja, foi derrubado por um golpe de Estado em 18 de fevereiro.

EFE |

Segundo a imprensa local, o ataque aconteceu na segunda-feira de manhã. O alvo foi o posto militar de Tlwa, na região oeste do Níger.

O porta-voz do Governo e ministro da Educação, Laouali Dandah, afirmou aos meios de comunicação que os soldados responderam ao ataque e mataram três dos atiradores. Os outros, porém, conseguiram fugir.

O grupo de homens armados, que teve "cúmplices" e utilizou "recursos militares e armas de guerra", queimou um veículo e levou outro, acrescentou Dandah.

O funcionário disse que uma investigação foi aberta para determinar a identidade dos autores do ataque, cometido em uma área de grande "insegurança", onde é comum o tráfico de "drogas, armas e pessoas".

No começo do ano, sete soldados do Níger foram assassinados em circunstâncias similares na localidade de Tlemss, também perto da fronteira com Mali.

A região em questão é conhecida por ser um dos redutos da organização terrorista Al Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI). EFE oi/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG