Ataque no norte do Iraque deixa pelo menos 17 feridos

Bagdá - Pelo menos 17 pessoas ficaram feridas, entre elas mulheres e crianças, em um ataque a um povoado no norte do Iraque, disseram nesta segunda-feira fontes policiais que também informaram de um ataque com bombas em Bagdá.

EFE |

Segundo as fontes, pelo menos 17 pessoas ficaram feridas ontem à noite quando um grupo de cerca de 40 homens armados atacaram oito casas do povoado de Tel Al Dab, perto da localidade de maioria sunita de Balad, a 80 quilômetros ao norte da capital.

Entre os feridos há quatro mulheres, três crianças e oito membros de um Conselho de Salvação, milícias tribais sunitas que apóiam o Exército iraquiano e americano em sua luta contra a insurgência vinculada à rede terrorista Al Qaeda.

Por outro lado, a fortificada Zona Verde de Bagdá foi objeto de um ataque com bombas, disseram as fontes, que não especificaram se houve vítimas.

Em represália, as tropas americanas lançaram vários foguetes sobre o bairro de Cidade de Sadr, bastião da milícia xiita "Exército Mehdi", leal ao clérigo Moqtada al-Sadr, apontaram as fontes, que não deram mais detalhes.

Também na capital, um veículo militar americano foi destruído pela explosão de uma bomba colocada junto a uma estrada perto da mesquita de Samerrai, no bairro de maioria xiita de Nova Bagdá, no sul da cidade.

As fontes não detalharam se houve vítimas e o comando militar dos EUA ainda não confirmou este fato.

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG