Ataque mata oito xiitas em cemitério no Paquistão

Outras 15 pessoas ficaram feridas. Nenhum grupo assumiu a autoria do ataque

EFE |

Oito pessoas morreram e outras 15 ficaram feridas nesta sexta-feira após um ataque a tiros contra um grupo de xiitas reunidos em um cemitério na cidade paquistanesa de Quetta, informou uma fonte policial. O crime ocorreu na manhã desta sexta-feira na região de Birori, onde vários xiitas estavam reunidos em um parque com um cemitério para homenagear seus entes queridos, quando um grupo começou a disparar a partir de uma colina, indicou a fonte à emissora paquistanesa "Express Tv".

Os agressores lançaram pelo menos três projéteis e dispararam várias vezes antes de empreender a fuga, acrescentou a polícia. Os feridos, alguns deles em estado grave, foram transferidos para o hospital de Bolal. Segundo várias emissoras, a polícia isolou a área e iniciou uma operação em busca dos agressores, enquanto nenhum grupo assumiu a autoria do ataque.

Reuters
Paquistaneses fecham rodovia em protesto ao ataque que matou oito pessoas em Quetta

A polícia assegurou que, embora a investigação ainda não tenha muitos detalhes, o ataque tem teor "sectário", ou seja, se trata de uma ação concebida contra os xiitas, corrente do islã que é minoritária no Paquistão.

No passado, os xiitas foram objeto de vários atentados por parte de grupos extremistas de origem sunita, o credo professado pela maioria dos muçulmanos paquistaneses. Vários países alertaram do risco de o Paquistão registrar um aumento no número de atentados e distúrbios como consequência da morte de Osama Bin Laden na cidade paquistanesa de Abbottabad.

    Leia tudo sobre: paquistãoataquexiitas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG